CBD no Cancro

CBD no Cancro

O Que é o Cancro?

O cancro é a proliferação anormal das células. Tem início nas células, um conjunto de células forma um tecido e, por sua vez, os tecidos formam os órgãos do nosso corpo.

Normalmente, as células crescem e dividem-se para formar novas células. No seu ciclo de vida, as células envelhecem, morrem e são substituídas por novas.

Algumas vezes, este processo ordeiro e controlado corre mal: formam-se células novas, sem que o organismo necessite e, ao mesmo tempo, as células velhas não morrem. Este conjunto de células extra forma um tumor.

Nem todos os tumores correspondem a cancro. Os tumores podem ser benignos ou malignos.

Os tumores benignos não são cancro:

  • Raramente p√Ķem a vida em risco;
  • Regra geral, podem ser removidos e, muitas vezes, regridem;
  • As c√©lulas dos tumores benignos n√£o se "espalham", ou seja, n√£o se disseminam para os tecidos em volta ou para outras partes do organismo (metastiza√ß√£o √† dist√Ęncia).

Os tumores malignos são cancro:

  • Regra geral s√£o mais graves que os tumores benignos;
  • Podem colocar a vida em risco;
  • Podem, muitas vezes, ser removidos, embora possam voltar a crescer;
  • As c√©lulas dos tumores malignos podem invadir e danificar os tecidos e √≥rg√£os circundantes; podem, ainda, libertar-se do tumor primitivo (primitivo) e entrar na corrente sangu√≠nea ou no sistema linf√°tico - este √© o processo de metastiza√ß√£o das c√©lulas cancer√≠genas, a partir do cancro original (tumor prim√°rio), formando novos tumores noutros √≥rg√£os.

O nome dado à maioria dos cancros provém do tumor inicial. Por exemplo, o cancro do pulmão tem início no pulmão e o cancro da mama tem início na mama. O linfoma é um cancro que tem início no sistema linfático e a leucemia tem início nas células brancas do sangue (leucócitos).

As c√©lulas tumorais aparecem em todas as pessoas saud√°veis ao longo da vida, em condi√ß√Ķes normais, o sistema imunol√≥gico √© capaz de destru√≠-los, assim como faz com os v√≠rus e bact√©rias.

O Sistema Endocanabinóide e a sua Responsabilidade 

O sistema endocanabinóide é muito importante neste controle dos mecanismos imunológicos nas células cancerígenas. 

Através dos recetores canabinóides, o sistema endocanabinóide controla os processos de células cancerígenas, como apoptose. autofagia, migração, crescimento e angiogênese/lifangiogênese. 

Porta que abriu uma vasta possibilidade de tratamentos plausíveis.

A Cannabis provou ser um tratamento eficaz e seguro para muitos dos sintomas que acompanham o cancro e o tratamento da doença.

  • Potencializa o efeito analg√©sico dos opioides;
  • Diminui a n√°usea e v√≥mitos associados √† quimioterapia/radioterapia;
  • Melhora a qualidade do sono;
  • Diminui a ansiedade;
  • Propriedades anti tumorais - o que significa que pode ajudar a prevenir o crescimento e a dissemina√ß√£o de c√©lulas cancer√≠genas;

O mecanismo pelo qual esse ataque ocorre é chamado de apoptose e é uma espécie de "suicídio celular programado". Outro mecanismo anti tumoral característico demonstrado no CBD é a inibição da angiogênese, ou seja, impede a formação  de novos vasos sanguíneos, necessários para que o tumor cresça e se espalhe.

Juntamente com as propriedades anti-inflamatórias e imunomodeladoras específicas que estão relacionadas com propriedades anti tumorais.

Tipos de tumores que se mostram mais especificamente sensíveis ao efeito tumoral do CBD são do pulmão, mama, próstata e cólon.

Em cuidados paliativos, controla os sintomas da doença como a dor, suporte emocional e melhoria na qualidade de vida.

Veja a nossa gama de produtos de CBD que podem ser utilizados na gestão e controle da sintomatologia desta doença.